Electron Microscopy and Ultrastructural Analysis Lab

Apresentação

O Laboratório de Microscopia Eletrônica e Análise Ultraestrutural (LME) da UFLA, localizado no Departamento de Fitopatologia, foi criado em março de 2002, através da resolução No 007 do CUNI, como uma das Unidades Centrais de Apoio à Pesquisa da UFLA ligadas a Pró-reitoria de Pesquisa, na época denominado de Centro de Microscopia de Precisão. Este é um laboratório multiusuário, com gestão e uso compartilhado, aberto a todos os pesquisadores da UFLA, EPAMIG e outras instituições de ensino da região e também a Empresas Privadas. Desde abril de 2003, quando foram implementadas a reforma e modernização do Microscópio Eletrônico de Transmissão (Zeiss EM 109), a reforma do ultramicrótomo (realizados com o apoio da FINEP - INFRA I), a aquisição de um Microscópio Eletrônico de Varredura (que foi montado em fevereiro de 2004 (FINEP INFRA II) e com o retorno do Prof. Eduardo Alves do seu doutoramento na área de Microscopia Eletrônica, na ESALQ/USP em Piracicaba com bolsa sanduíche do CNPq na The University of Geórgia, o laboratório vem desenvolvendo, com usuários de vários programas de Pós-Graduação da Ufla e de outras instituições atividades de ensino pesquisa e extensão. Nós últimos anos o LME tem recebido apoio da FAPEMIG (projetos de manutenção de grandes equipamentos (2006, 2007, 2008 e 2010), aquisição de um Sistema de Microanálise de raios X em 2010 e recursos para compra de reagentes e pequenos aparelhos de apoio à preparação de amostras), CAPES (equipamentos de auto custo para a pós-graduação, com o qual foram adquiridos um sistema de epifluorescência Zeiss com Apotome em 2008, um esteriomicroscópio de fluorescência Nikon em 2010 e um microscópio de Epifluorescência em Leica em 2011), FINEP (aprovação de um projeto para a compra de um sistema confocal em 2012 (processo em andamento)) e CNPq com projetos que fornecem recursos para a manutenção de pequenos equipamentos, compras de pequenos aparelhos de apoio à preparação de amostras e reagentes).

Objetivos e condições para a utilização

O Laboratório de Microscopia Eletrônica e Análise Ultra-estrutural (LME), tem como finalidade desenvolver e incentivar a pesquisa científica de alto nível, através do uso da microscopia eletrônica e de luz e de técnicas associadas, bem como desenvolver atividades de ensino de pós-graduação e graduação. Todos os equipamentos do LME estão abertos a pesquisadores externos e aceitam-se propostas de utilização dos microscópios eletrônicos a qualquer época. O uso é permitido após a participação em cursos rápidos de qualificação oferecidos periodicamente ou em disciplinas de pós-graduação e graduação.

Coordenação Técnica

O laboratório é coordenado pelo professor Doutor Eduardo Alves (http://lattes.cnpq.br/1348043684936795), E-mail: ealves @dfp.ufla.br, Tel: 35 3829-1789.

Endereço

Laboratório de Microscopia Eletrônica e Análise Ultraestrutural (LME)
Departamento de Fitopatologia – UFKA
Caixa Postal 3037
37200-000
Lavras – MG
Tel: 35 3829-1014

Atividades de Ensino

Pós-Graduação
A disciplina (DFP 565 - Microscopia Eletrônica DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FITOPATOLOGIA) com carga horária de 60 horas/aula, sendo 30 práticas e 30 teóricas, vem sendo oferecida para atender a necessidade de estudantes de vários programas de pós-graduação da Ufla. Esta é uma disciplina com carga horária de 60 horas/aula, sendo 30 práticas e 30 teóricas e é sempre oferecida no segundo semestre de cada ano. Até o momento tivemos quatro turmas (2004/2) com a participação de 12 alunos e (2005/2) com 19 alunos (2006/2) com 22 participantes, (2007/02) com 36 alunos, (2008/02) com 24 alunos e começando a turma (2009/2) com 37 alunos, (2011/2) com 40 alunos dos vários programas de pós-graduação da Ufla (2010 não teve turma devido a saída do Prof. Eduardo para o pós-doutorado na University of Delaware na área de microscopia confocal e criotécnicas para Microscopia Eletrônica de transmissão e varredura).
Dentro das atividades de ensino de pós-graduação, também foram proferidas palestra nas disciplinas seminários para os programas de pós-graduação em Agroquímica (título: Aplicação da Microscopia Eletrônica em Química) e Microbiologia (Microscopia Eletrônica Aplicada à Microbiologia) e ministrada aulas sobre a aplicação da microscopia eletrônica em Zootecnia (Disciplina Métodos Laboratoriais em Zootecnia) e no programa de tecnologia da madeira (Disciplina Ultraestrutura da Parede Celular Lenhosa).

Graduação
Alunos de graduação também têm participado em pesquisa utilizando o microscópio eletrônico através do desenvolvimento de trabalhos de iniciação científica, participação em cursos e na disciplina eletiva de Introdução a Microscopia Eletrônica (FIP 106), criada em 2004, e pertencente à grade curricular das disciplinas eletivas dos cursos de Ciências Biológicas, Ciências dos Alimentos, Engenharia Florestal e Agronomia. Esta é uma disciplina com carga horária de 51 horas/aulas, sendo 17 teóricas e 34 práticas. No segundo semestre de 2004 tivemos a primeira turma com a participação de 10 alunos, no segundo semestre de 2005 a disciplina foi ministrada para 15 alunos, no primeiro semestre de 2006 para 23 alunos, no primeiro de 2007 para 27 alunos, em 2008/1 para 30 alunos, em 2009/1 39 alunos, em 2011/1 30 alunos e 2012/1 22 alunos matriculados dos cursos de Ciências Biológicas, Ciências dos Alimentos, Engenharia Florestal e Agronomia.

Atividades de Pesquisa

O LME tem auxiliado no desenvolvimento de pesquisa em várias áreas da universidade, atendendo a 15 programas de pós-graduação da Ufla e também programas de outras instituições. Mais de 150 Teses e dissertações já foram desenvolvidas e mais de 80 artigos já se encontram publicados e em vários outros em fase de análise em revistas com corpo editorial.

Atividades de Extensão

Como atividades de extensão vêm sendo oferecidos cursos semestrais de Introdução à Microscopia eletrônica de varredura e microanálise de raios X. Para estes cursos foi preparada uma apostila 63 páginas que traz todas as informações sobre o funcionamento do LME, do preparo de amostras e da utilização do Microscópio Eletrônico de Varredura Leo EVO40 e do sistema de Microanálise de Raios X.
Até o momento foram oferecidos oito cursos de extensão, sendo esses realizados em Novembro de 2004 com 15 participantes, em Maio de 2005 com 10 participantes, em Novembro de 2005 com 10 participantes, em junho de 2006 com 17 participantes, em novembro de 2006 com 21 participantes e em maio de 2007 com 8 participantes, em outubro de 2007 com 14 participantes, em fevereiro de 2008 com 10 participantes da UFJF, em abril com 14 participantes, em outubro de 2008 com 26 participantes, em março de 2009 com 16 participantes, em setembro de 2009 com 25 participantes, em maio de 2011 com 12 participantes, em setembro/outubro de 2011 com 25 participantes e em maio de 2012 com 21 participantes da UNIFAL, UFJF, UFV, UFOP, UFSJ, UFMG, UNILAVRAS e UFLA, além de empresas privadas.
Está sendo preparada a apostila para oferecimento do curso de Introdução à Microscopia Eletrônica de Transmissão.

Equipamentos

O laboratório possui hoje uma ampla infraestrutura para a condução dos estudos nas diversas áreas do conhecimento, que necessitem como ferramenta a microscopia eletrônica e de luz. NÓS TEMOS ATUADO MAIS NA ÁREA BIOLÓGICA (PRINCIPALMENTE COM PLANTAS), MAS TEMOS TRABALHOS COM ANIMAIS E TAMBÉM NA ÁREA DE MATERIAIS.
O LME conta com uma área laboratorial de 175,15 m2 que estará sendo expandida para 300 m2 até 2013 e com os seguintes equipamentos:
1) Microscópio Eletrônico de Transmissão (MET) Zeiss EM 109 atualizado com sistema de captura de imagem (câmara CCD e software para análise de imagens);
2) Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) LEO EVO 40 XVP com sistemas de microanálise de raios X da Bruker (Quantax EDS e Software Espirit) e de criotransferencia e criobservação da Gatan (Alto 1000);
3) Microscópio invertido Zeiss observer Z.1 motorizado com sistema Apotome e software Zeiss Axion Vision para captura de imagem e preparação para Laser Confocal;
4) Está em aquisição um sistema de microanálise de microscopia laser confocal da Zeiss (LSM 710), projeto FINEP – INFRA- 2012
5) Microscópio estereoscópio com epi-fluorescência SMZ 1500 (Nikon);
6) Microscópio de Epi-Fluorescência DM 2000 (Leica)
7) Microscópio estereoscópio RZ UWF 10X (Meiji);
8) Microscópio de luz básico YS100 (Nikon);
9) Microscópio estereoscópio básico (WL USA);
10) Lupa para contagem de colônias;
11) Aparelhos acessórios de preparação de amostras para microscopia: ultramicrotomo (Reichrt-jung ultracut), aparelho Knife Maker (Leica), navalha de diamante (Diatome), aparelho de ponto Crítico (Bal-Tec), aparelho evaporador de ouro (Sputtering) (Bal-Tec), aparelho evaporador de carbono (Bal-Tec);
12) Outros aparelhos: 2 botijões de 35 litros para nitrogênio líquido, estufa de secagem, agitador/aquecedor, bomba de vácuo acoplada a dessecador, microcentrifuga (centrífuga para microtubos), ultrassom, balança de precisão, agitador Vortex, câmara de fluxo, 4 câmara de crescimento (Eletrolab) e um destilador;
13) Pessoal técnico: um professor coordenador técnico, uma técnica de nível superior; três bolsistas de IC e uma bolsista de pós-doutorado. Temos contado também com o apoio de 3 alunos de doutorado e dois de mestrado;
14) Está em aquisição um sistema de crio-observação e criotransferência para MEV, um sistema de microscopia laser confocal, um trimming e um novo ultramicrótomo.

Linhas de Pesquisa

O LME tem auxiliado no desenvolvimento de pesquisa em várias áreas da universidade, atendendo a 15 programas de pós-graduação da Ufla (AGRONOMIA/ FITOPATOLOGIA, MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA, ENTOMOLOGIA, CIÊNCIA DOS ALIMENTOS, ZOOTECNIA, Genética e Melhoramento, Fisiologia Vegetal, Tecnologia da Madeira, Fitotecnia, CIÊNCIAS VETERINARIA, BIOTECNOLOGIA VEGETAL, AGROQUÍMICA, BOTÂNICA APLICADA, Engenharia Florestal e Ecologia agrícola) e de outras instituições. Mais de 150 teses e dissertações já foram desenvolvidas, mais de 80 artigos já foram publicados nos últimos 9 anos e vários se encontram em fase de análise em revistas com corpo editorial. Quarenta e dois projetos de pesquisa estão em andamento.

Resumo das Atividades

QUADRO 3. Resumo das atividades desenvolvidas pelo LME, nos últimos nove anos.
ATIVIDADE
Quantidade no período do projeto
Alunos treinados em disciplina de Pós-Graduação
190
Alunos treinados em disciplina de Graduação
196
Artigos parciais publicados em anais de congressos
05
Resumos parciais expandidos publicados em anais de congressos
29
Resumos parciais publicados em anais de congressos
36
Palestras em programas de pós-graduação da Ufla
06
Palestras em Congressos
02
Usuários treinados em cursos de extensão
216
Números de teses e dissertações defendidas
152
Alunos de iniciação científica, treinados ou em treinamento.
16
Número de monografias defendidas.
16
Número de projetos de pós-graduação em andamento
42
Números parciais de artigos no prelo e publicados.
82